Recivil e cartórios de Registro Civil voltam a emitir 2ª via de certidões aos moradores de rua de BH

O projeto Canto de Rua Emergencial recomeçou a acolher pessoas em situação de rua em Belo Horizonte durante a pandemia do coronavírus no dia 05 de janeiro. Apenas nesta terceira etapa de atendimentos, a expectativa do Recivil é encaminhar para os cartórios pedidos de, pelo menos, 200 emissões de segunda via de certidões de nascimento, casamento e óbito.


Na segunda-feira (18.01), a coordenadora dos Projetos Sociais do Recivil, Leila Xavier, se reuniu com a equipe de atendimento do programa desenvolvido pela Pastoral de Rua da Arquidiocese de BH, parceira do sindicato.


“Fizemos um balanço das duas etapas que aconteceram no ano passado e alinhamos como os atendimentos serão realizados. Primeiro, as pessoas em situação de rua passarão por uma roda de conversa sobre a importância das documentações, prazos de entrega e melhor maneira de cuidar das certidões. E, para quem precisar, encaminharei os pedidos das certidões para os cartórios”, informou.


O projeto continua sendo realizado na Serraria Souza Pinto, na Região Central de Belo Horizonte, todos os dias, das 8 às 13 horas, até o dia 10 de março.


Os serviços oferecidos são higienização, assistência social, atendimento da Defensoria Pública, higienização, lanche, serviços de saúde, além de espaço para guarda-volumes, tenda para estacionar carrinhos e lavanderia. Uma das novidades é um novo espaço para realização de oficinas artísticas, de trabalho e renda.


Desde junho do ano passado, 422 segundas vias de certidões de nascimento, casamento e óbito foram emitidas em cartórios de todo o país.


Recivil

Posts recentes

Ver tudo