top of page

Fórum de Direito Notarial e Registral acontece hoje, em Belo Horizonte

Promovido pela Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica de Minas Gerais, o evento conta com o apoio do IRTDPJBrasil.

Com o objetivo de atualizar o conhecimento dos oficiais de cartórios e de seus colaboradores, bem como dos advogados, empresários, magistrados, estudantes e demais profissionais que atuam nesse setor, a Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica de Minas Gerais (ABMCJ/MG), realiza, amanhã, dia 24/8, o 1º Fórum de Direito Notarial e Registral da Comissão de Direito Notarial e Registral da ABMCJ/MG.


O evento será realizado a partir das 9 horas, no auditório do Edifício Amadeus Business Tower – Av. do Contorno, 6.594, Savassi - Belo Horizonte. As inscrições podem ser realizadas pelo https://4et.us/abmcj ou pelo link da BIO do perfil @abmcj.minasgerais.


As palestras serão proferidas por grandes nomes dessa importante área do Direito. A vice-presidente do IRTDPJBrasil, Sônia Andrade fará a palestra “Registro de Títulos e Documentos à serviço da Sociedade”. Sônia é registradora pública no Rio de Janeiro e presidente do Instituto Novo Brasil. Participa do painel da coordenadora acadêmica da Escola IRTDPJBrasil, Vanuza C. Arruda.


A presidente da ABMCJMG, a desembargadora Karin Emmerich, do TJMG, destacou que a “alegria em proporcionar, não só para as nossas associadas, mas também para toda comunidade do direito notarial e registral, conhecimentos de escol, que, sem dúvida, nortearão as decisões dos profissionais que atuam nessa área com atualizações e novidades, desse universo tão importante na vida dos cidadãos”.


Daniela Bolivar, presidente da Comissão de Direito Notarial e Registral da ABMCJ de Minas e Nacional, ressaltou a importância dos participantes poderem se atualizar sobre diversos dispositivos legais que facilitam o acesso dos cidadãos a todos os serviços extrajudiciais. “Valiosas e inovadoras informações serão transmitidas, gerando maior segurança jurídica para os profissionais que têm cada vez mais utilizado nos serviços extrajudiciais, que contribuem para desafogar o poder judiciário”.

Palestras com vários temas relevantes


As palestras abordarão os seguintes temas: às 9h10, “Registro de Títulos e Documentos à serviço da Sociedade”; às 9h50, “O Protesto Extrajudicial e a Advocacia: uma aproximação necessária”; às 10h30, “O Impacto dos Enunciados na I Jornada no Registro Civil das Pessoas Naturais”; às 14h30, “Adjudicação Extrajudicial”, e às 15h10, “Usucapião Extrajudicial”.


A conselheira e coordenadora das Comissões da ABMCJ/MG, Helena Delamonica, afirmou que muitos dos procedimentos extrajudiciais que serão abordados, como no caso de adjudicação e usucapião extrajudicial, tornam muito mais céleres a transferência de propriedade dos imóveis, e o procedimento é encerrado em questão de meses. “Esses são exemplos da evolução do setor que podem facilitar a solução de questões que, para serem resolvidas no Poder Judiciário, exigem mais tempo e custo financeiro maior”.

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page